O verdadeiro rosto de Jesus

Quanto a mim, não encontro nada nos livros, a não ser no Evangelho. Só ele me satisfaz. Escuto com prazer esta palavra de Jesus que me diz tudo quanto devo fazer: “Aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração”. Então, sinto-me em paz, segundo sua doce promessa: “(…) e encontrareis descanso para as vossas almas” (Santa Teresinha, Últimos Colóquios, 15.5.3).

Em um tempo no qual o acesso à Sagrada Escritura era muito restrito, Teresa de Lisieux ousou buscar nas páginas do Evangelho o verdadeiro rosto de Jesus. Descobriu que o carismático pregador de Nazaré da Galileia, filho de Maria e do carpinteiro José, é o Emanuel, Deus-conosco. Suas palavras emocionam, mas, principalmente, trazem a paz, porque nelas o homem pode descansar de sua busca de verdade, beleza e felicidade.

É no Evangelho que Teresinha descobre a mansidão de Jesus. Em seu sentido etimológico, ser manso não tem nada a ver com pusilanimidade ou frouxidão de caráter, mas significa acostumar-se a estar nas mãos (manus) de alguém. A verdadeira paz do coração é, portanto, fruto da entrega sincera e perseverante nas mãos de Deus Pai. Encontramos descanso para nossas almas quando nos acostumamos a depositar em Suas mãos amorosas os nossos sonhos e planos, tudo o que somos e temos.

Jesus se revela como aquele que é humilde, isto é, que não teve medo de revestir-se do húmus de que somos feitos. Marcada pela fragilidade, nossa condição humana é amada, buscada e redimida pelo Crucificado Ressuscitado. Nossos pecados não são um obstáculo à manifestação do Seu amor misericordioso, mas antes a tornam mais, posto que “onde abundou o pecado, superabundou a graça” (Rm 5, 20).

Guiados pela santa carmelita de Lisieux, tenhamos também nós a coragem de abrir as páginas do Evangelho e deixar-nos instruir pelo Espírito Santo na “ciência do amor”, revelada pelo Pai no rosto e nas atitudes de seu Filho Jesus Cristo, aquele que é “manso e humilde de coração”.

Frei Gregório Lopes, OCD

Deixe uma resposta

Informativo – Jul/2017


Cadastre-se para receber nossas notícias: