Cultura chinesa na Tijuca

A cidade do Rio de Janeiro abriga dez mil imigrantes chineses, a maioria dos quais reside na Tijuca. Seu principal ponto de encontro é a Associação Cultural Chinesa do Rio de Janeiro, situada na rua Gonçalves Crespo, que conta com mais de 800 membros. Fundada em 1984, seu objetivo é divulgar a cultura chinesa entre os descendentes e manter vivas as tradições orientais.

No local, onde se realizam eventos culturais e grandes festas, funciona uma escola de mandarim (idioma oficial da China) e um restaurante no qual são servidos pratos típicos, entre os quais iguarias com peixes criados em aquário próprio.

No dia 9/2, comemorou-se na associação a passagem de ano, principal festa do calen-dário chinês. Como manda a tradição, na preparação para o evento os membros limpam cuidadosamente suas casas, pagam todas as dívidas, aparam os cabelos e compram roupas novas. Na vestimenta e na decoração, muito vermelho, cor que simboliza o fogo e afasta a má sorte, segundo a tradição. No dia 10/2 iniciou-se o ano da serpente, animal sagrado para os chineses, que contam os meses pelo calendário lunar. Outro dia de grande festa na associação é o Dia Nacional Chinês, comemorado em 1º de outubro.

Situada bem próximo à basílica, a associação abre suas dependências para visitação de não sócios nos finais de semana.

Gabriel Henrique Caldas

Informativo – Jul/2017


Cadastre-se para receber nossas notícias: