Irmã Amaral

Saudosa Irmã Amaral! Franzina, espoleta, incansável. Três qualificativos marcantes da Irmã Amaral, salesiana, que colaborou com a nossa paróquia por muitos anos, até ser transferida, por causa da idade, do Instituto Auxiliadora para a casa das irmãs idosas, em Niterói.

Irmã Amaral trabalhou em muitas frentes na paróquia, principalmente na catequese, na alfabetização de adultos e na ação social. Foi a grande iniciadora da comunidade São José, quando começou a reunir, todos os sábados, primeiro no meio da rua Ceará, depois nas dependências da Estação de Ferro Leopoldina, famílias e crianças que habitavam por ali, para a oração e a catequese. Foi o início da comunidade que depois viu construída sua própria sede e capela. Durante algum tempo reunia grupos de paroquianos para viagens de cunho religioso pelo Brasil e foi a grande presença na inesquecível viagem que fizemos à Europa e a Israel em 1997. Dedicada aos pobres, ajudou muitas famílias da comunidade. Deixa saudades e um exemplo de dedicação e consagração ao Senhor e a seu Reino. Eu sempre a cumprimentava dizendo: “Irmã Amaral, só faz o bem e não faz mal.”

Irmã Amaral faleceu no dia 30 de junho, aos 99 anos. Foi velada na casa das irmãs salesianas de Niterói e sepultada no dia 1º de julho no Cemitério Parque da Colina, em Pendotiba. Estiveram presentes seus irmãos, cunhadas e sobrinhos e um grande número de irmãs salesianas de casas do Rio de Janeiro e de Niterói. A pedido de sua superiora, Dona Elza deu um emocionado testemunho sobre a vida daquela que foi catequista de centenas de nossos paroquianos. Além de D. Elza, representaram nossa paróquia nos funerais Maria Raquel Lobianco, Luís Felipe Lobianco e Carla Maria. Obrigado, irmã! O Senhor a recompense grandemente por tudo!

Fr. César Cardoso de Resende, ocd

Veja outros perfis de nossa comunidade

Informativo – Mai/2016


Cadastre-se para receber nossas notícias: