Liturgia

Coordenação: Laura Maria

Liturgia é a celebração dos mistérios de Deus, tendo em vista a santificação dos homens e a glorificação de Deus. Tais mistérios indicam os projetos de Deus que se realizam na pessoa de Jesus Cristo: a redenção e a salvação de todos os homens, a implantação do Reino de Deus no mundo, a participação de todos na vida e na felicidade com Deus. Diz o documento do Concílio Vaticano II sobre a Sagrada Liturgia (SC 7): “Liturgia é uma ação sagrada, através da qual, com ritos, na Igreja e pela Igreja, se exerce e prolonga a obra sacerdotal de Cristo.” Na liturgia, “Deus fala a seu povo. Cristo ainda anuncia o Evangelho. E o povo responde a Deus, ora com cânticos, ora com orações” (SC 13).

Jesus, tendo fixado sua morada entre nós, revelou-nos quem é o Pai e ensinou-nos a comunicarmo-nos com Ele. Jesus é a ponte de ligação entre nós e o Pai; é o caminho que nos conduz a Deus. Ele é o único sacerdote que apresenta a Deus as nossas preces e súplicas (cf. Hb 5, 7). É Jesus também que nos cumula de graças. “Se pedirdes algo em meu nome, eu o farei”(Jo 14, 14). Por isso, nas celebrações litúrgicas, fazemos a oferta de nós mesmos a Deus por Cristo, com Cristo e em Cristo. E pelo mesmo Cristo Nosso Senhor acolhemos as graças de Deus.

O mistério central da vida de Cristo é sua paixão, morte e ressurreição, a que damos o nome de mistério Pascal. A Páscoa de Jesus está unida à Páscoa do povo de Deus. Assim, a liturgia celebra a Páscoa do Senhor e a páscoa do seu povo. Celebra os sofrimentos, a morte e a ressurreição-glorificação de Jesus; e celebra também, por um lado, as lutas, dores, angústias e a morte do nosso povo, e, por outro lado, suas conquistas e alegrias, sua esperança em uma sociedade fundada na justiça e na fraternidade.

Para celebrar eficazmente a liturgia é preciso primeiro ser evangelizado, é preciso crer, pois “como invocarão Aquele em quem não creram? E como crerão sem ter ouvido falar dEle? E como ouvirão, se ninguém os anunciar? E como se anunciará se ninguém for enviado?” (Rm 10, 14-15). A fé nos abre para a compreensão dos projetos de Deus e nos dispõe ao acolhimento das graças que Ele infunde abundantemente em nós. Sem a fé as celebrações podem ser belos espetáculos, porém vazios e ineficazes. Além da fé, é necessário também ter carisma, boa relação com o outro, facilidade de comunicação e boa expressão verbal.

A equipe litúrgica (coordenação, comentarista, leitores e músicos) investe seu tempo e seu coração na preparação das celebrações:

Estudando e fazendo cursos para melhor conhecer a história da liturgia.

Fazendo a leitura prévia da liturgia do dia (afinal, o leitor proclama a Palavra de Deus).

Organizando e participando de reuniões periódicas.

Organizando e participando de festividades, quermesses, feiras de pastorais, mutirões etc.

Escolhendo as músicas adequadas a cada momento da liturgia.

Conhecendo a realidade da assembléia.

Fazendo todo o povo cantar.

Valorizando, organizando e participando das celebrações.

Celebrações

Missas de 2ª a 6ª feira:  7h, 8h e 18h30

Missas de sábado:  7h, 8h e 16h

Missas de  domingo:  7h, 8h30, 10h, 11h30, 18h30

Semana Santa

Semana de Espiritualidade

Pentecostes

Novenas

Momentos de Adoração ao Santíssimo Sacramento

Retiros Espirituais

Novena e Festa da Padroeira

Natal

Celebrações de devoções do Carmelo

Nossa Senhora do Carmo: 16 de julho

Santa Tereza D’Avila: dia 15 de outubro

São João da Cruz:  14 de dezembro

Outras devoções

Missa do Menino Jesus de Praga: todo dia 25 de cada mês às 18h, com procissão interna

Missa de Santa Teresinha pelos enfermos e pelas famílias com bênção das rosas: todo dia 30 de cada mês às 16h

Missa de Nossa Senhora de Fátima: todo dia 13 de cada mês às 12h e  Missa Solene no dia 13 de maio às 12 h, com coroação

Missa de São José:  todo dia 19 de cada mês

Missa do Sagrado Coração de Jesus:  toda 1a. sexta-feira do mês às 8h

Missa Solene do Sagrado Coração de Jesus (anual)

Jornada mundial de oração pela santificação do clero (anual)

Adoração ao Santíssimo:  toda 6a. feira às 19h30

Recitação do terço de Nossa Senhora: de 2ª  a 6ª feira às 17h

Ofício das Laudes e Ofício de Vésperas: de 2ª  a 6ª feira às 7h30 e 18h

Informativo – Jun/2016


Cadastre-se para receber nossas notícias: