Frases

Amor - caridade

“Pratica-se mais caridade prestando obséquios a quem nos é menos simpático. Oh! como ajeitamos mal os nossos negócios (espirituais) nesta terra! É preciso, portanto, não faltar à caridade com o próximo.”

“O nosso Amado devia ter enlouquecido para vir à terra em busca dos pecadores com o fim de fazer deles os seus amigos, os seus íntimos, os seus semelhantes. Ele que era perfeitamente feliz com as outras duas Pessoas da Trindade, dignas de adoração.”

“Nós não poderemos nunca fazer por Ele as loucuras que Ele fez por nós, e as nossas ações não merecerão nunca esse nome, porque não passam de ações muito razoáveis e muito aquém do que o nosso amor quereria realizar.”

“Tenho um caráter tal que o temor me deita para trás, ao passo que o amor não só me faz correr, mas voar.”

“Como é doce o caminho do amor! É certo que se pode cair, que se podem cometer infidelidades, mas o amor, fazendo tudo de um sabor, bem depressa consome tudo o que possa desgostar Jesus, não deixando senão uma humilde e profunda paz no fundo do coração.”

“Apanhar um alfinete por amor pode converter uma alma. Que grande mistério! Só Jesus pode dar um valor tão grande às nossas ações. Amemo-Lo, pois, com todas as nossas forças.”

“Vede que pensar coisas belas e santas, fazer livros, escrever vidas de santos não tem valor algum em comparação com a simples ação de responder imediatamente quando vos batem à porta.”

“A caridade deu-me a chave de minha vocação.“

“Compreendi que o amor abrange todas as vocações, alcançando todos os tempos e todos os lugares…”

“Minha vocação é o amor!”

“Muitas vezes, sem que nós o saibamos, devemos as graças e luzes que recebemos a uma alma escondida, porque Deus quer que os santos comuniquem a graça uns aos outros por meio da oração, para que no céu se amem com um grande amor, com um amor ainda maior que o amor da família, mesmo da família mais ideal da terra. Quantas vezes não tenho pensado se não deverei todas as graças que tenho recebido às orações de uma alma que pedia por mim a Deus e a quem só conhecerei no céu!”

“A caridade não deve consistir em simples sentimentos, mas em obras”

“A caridade é o caminho excelente, que conduz seguramente a Deus.”

“… Pensar em uma pessoa que se ama é rezar por ela.”

“Ó Trindade, vós sois prisioneira de meu amor!”

“Ó meu Deus, Trindade Bem-aventurada! Eu vos desejo amar e vos fazer amada…”

“Parece-me que agora nada me impede de levantar vôo, pois não tenho mais grandes desejos a não ser o de amar até morrer de amor.”

“Sinto que quando sou caridosa é só Jesus que age em mim.”

Sacrifício - mortificação

“Muitas almas dizem: ‘Mas eu não tenho forças para cumprir tal sacrifício’. Que elas façam, então, o que eu fiz: um grande esforço. Deus jamais recusa esta primeira graça que nos dá coragem de agir; depois disso o coração se fortifica e vai-se de vitória em vitória.”

“Não tenho outro modo de mostrar-Te o meu amor senão lançando-Te flores, isto é, não deixando escapar nenhum pequeno sacrifício, nem um só olhar, nem uma só palavra, aproveitando até as menores coisas e fazendo-as por amor…”

“Minhas mortificações consistiam em refrear minha vontade, sempre prestes a se impor.”

Obras

“Se todas as almas fracas e imperfeitas sentissem o que sente a mais pequena de todas as almas, a alma da vossa Teresinha, nem uma só perderia a esperança de chegar ao cume da montanha do amor, pois Jesus não pede grandes obras, mas somente abandono e agradecimento.”

“Jesus não olha tanto para a grandeza das obras, nem sequer para a sua dificuldade, mas para o amor com que se fazem.”

“Os mais belos pensamentos nada são sem as obras”.

Nossa Senhora

“Às vezes surpreendo-me dizendo: ‘Querida Santíssima Virgem, parece-me que sou mais ditosa do que Tu, porque eu te tenho por Mãe, ao passo que Tu não tens uma Santíssima Virgem a quem amar… É verdade que Tu és a Mãe de Jesus, mas esse Jesus, Tu no-Lo deste por inteiro a nós, e Ele, da cruz, te deu a nós por Mãe.´”

“Maria, se eu fosse a rainha do céu e tu fosses Teresa, eu quereria ser Teresa para que tu fosses a Rainha do céu”.

“A Santíssima Virgem demonstrou-me que nunca deixou de proteger-me. Logo quando a invoco, quando me vem uma incerteza, um aperto, imediatamente recorro a ela, e sempre cuida de meus interesses como a mais terna das Mães.”

“Sabe-se muito vem que a Santíssima Virgem é a Rainha do Céu e da Terra, porém ela é muito mais Mãe que Rainha”.

“Eu nunca aconselho nada a ninguém sem antes recomendar-me à Virgem Santíssima. Ela é que faz que as palavras que digo tenham eficácia nos que as ouvem.”

“Prestai atenção ao que faz Maria; imitai-a… e esse Deus de bondade recompensará vossa fé.”

Sofrimento

“Quando se quer atingir um fim, deve-se procurar os seus meios. Jesus me fez compreender que era pela cruz que Ele queria me dar almas e minha atração pelo sofrimento cresceu na medida em que o sofrimento aumentou”.

“O sofrimento me estendeu os braços e neles me joguei com amor”.

“Vejo que só o sofrimento pode gerar almas”.

“Quero sofrer por amor e mesmo alegrar-me por amor”.

“Meu Deus, por vosso amor aceito tudo: se quiserdes, quero mesmo sofrer até morrer de aflição”.

“O sofrimento se torna a maior das alegrias quando a gente o busca como o mais precioso dos tesouros”.

“Se um suspiro pode salvar uma alma, que não podem fazer os sofrimentos como os nossos? Não recusemos nada a Jesus!”

“Aproveitemos de nosso único momento de sofrimento! Só vejamos cada instante… um instante é um tesouro!”

“Não foi sofrendo e morrendo que Jesus resgatou o mundo?”

“O sofrimento unido ao amor é a única coisa que me parece desejável no vale das lágrimas.”

“Bem ao contrário de me lamentar, alegro-me porque o Bom Deus me permite sofrer ainda mais por seu amor.”

“Sobre a prensa do sofrimento Te provarei meu amor. Não quero outra alegria senão me imolar cada dia.”

“Jesus, sem dúvida, mudará minha natureza no céu, do contrário sentirei saudades do sofrimento e do vale de lágrimas.”

“Jamais teria acreditado que fosse possível sofrer tanto! Jamais! Jamais! Não posso explicar isso senão pelos desejos ardentes que tenho tido de salvar almas.”

“O Bom Deus me dá coragem na proporção dos meus sofrimentos. Sinto que, no momento, não poderia suportar mais, mas não tenho medo, pois se Ele os aumentar, aumentará, ao mesmo tempo, minha coragem.”

“A vida é apenas um sonho, em breve acordaremos e que alegria!… quanto mais nossos sofrimentos são grandes, tanto mais nossa glória será infinita.”

“Acho que nesses momentos de grandes tristezas tem-se a necessidade de olhar para o céu em lugar de chorar…”

“Sofro apenas cada instante. É porque se pensa no passado e no futuro que a gente se desencoraja e se desespera.”

Morte

“Não é a morte que me virá buscar: é Nosso Senhor.”

“Como dizem que todas as almas são tentadas pelo demônio na hora da morte, penso que passarei também por isso. Mas talvez não: sou pequenina demais, e como os pequeninos ele não pode…”

“Depois de minha morte, farei cair uma chuva de rosas.”

“Eu não morro, entro na vida.”

“Não prefiro nem morrer nem viver… O que o Bom Deus prefere e escolhe para mim, eis o que me agrada mais.”

Variedade das almas – Salvação das almas

“Tudo o que tenho, tudo o que ganho é para a Igreja e as almas.”

“Senhor, Tu sabes que não tenho outros tesouros senão as almas que quiseste unir à minha.”

“A nossa missão é esquecermo-nos de nós mesmos. Somos tão pouca coisa! E não obstante, Jesus quer que a salvação das almas dependa de nossos sacrifícios e do nosso amor. Ele mendiga-nos almas. Compreendamos o seu olhar. São tão poucos os que sabem compreendê-lo!”

“Dignou-se Jesus esclarecer-me a respeito deste mistério. Pôs-me diante dos olhos o livro da natureza, e compreendi que todas as flores por Ele criadas são formosas, que o esplendor da rosa e a brancura do lírio não eliminam a fragrância da violetinha nem a encantadora simplicidade da bonina… Fiquei entendendo que se todas as florzinhas quisessem ser rosas, perderia a natureza sua gala primaveril.”

“Quis Ele [Deus] criar os grandes santos, que podem ser comparados aos lírios e às rosas, mas criou também os mais pequenos, e estes devem contentar-se em serem boninas ou violetas, cujo destino é deleitar os olhos do Bom Deus.”

“Assim como o sol clareia ao mesmo tempo os cedros e cada pequena flor, como se na terra só ela existisse, assim também Nosso Senhor se ocupa em particular de cada alma […] e como na natureza todas as estações se dispõem de molde a fazer desabrochar na data prevista a mais singela margarida, assim também todas as coisas estão proporcionadas ao bem de cada alma.”

Céu

“Jesus irá fazer todas as minhas vontades lá no céu porque eu nunca fiz as minhas vontades aqui na terra.”

“Quando eu chegar ao céu, quantas graças vou pedir para vocês! Atormentarei tanto a Nosso Senhor que, se Ele a princípio pensar em me recusar, minha insistência vai obrigá-lo a atender meus desejos.”

“A vida não é triste. Ao contrário, é muito alegre. Se você dissesse que o exílio é triste, então se compreenderia… Comete-se um erro chamando vida ao que deve acabar. Só as coisas do céu merecem ser chamadas assim. Compreendendo isso, vê-se que a vida não é triste, mas alegre, muito alegre.”

“Quando eu estiver no céu, será preciso encher muitas vezes minhas mãozinhas de orações e de sacrifícios para atirá-los, como chuva de graças sobre as almas.”

“Quero passar meu céu fazendo o bem à terra.”

“Formei uma idéia tão elevada do céu que às vezes me pergunto como é que Deus se arranjará, depois da minha morte, para me surpreender. A minha esperança é tão grande e é para mim motivo de tanta alegria – não pelo sentimento, mas pela fé – que precisarei de alguma coisa que supere todo o entendimento para me saciar plenamente.”

“Pressinto sobretudo que a minha missão vai começar: a minha missão de fazer amar a Deus como eu o amo, de dar às almas o meu pequeno caminho. Se Deus escutar os meus desejos, passarei o meu céu na terra até o fim do mundo. Sim, quero passar o meu céu fazendo o bem na terra.”

Perfeição - santidade

“Às vezes, quando leio certos tratados espirituais em que se apresenta a perfeição rodeada de mil estorvos e mil obstáculos, cercada de uma multidão de ilusões, o meu pobre espírito cansa-se logo; fecho o douto livro que me faz doer a cabeça e me seca o coração, e tomo nas mãos a Sagrada Escritura. Então tudo me parece luminoso, uma só palavra abre à minha alma horizontes infinitos, a perfeição me parece fácil: vejo que basta reconhecermos o nosso nada e abandonarmo-nos como uma criança nos braços de Deus.”

“Compreendi que na busca da perfeição há muitos graus, e que cada alma é livre de corresponder aos convites do Senhor e de fazer pouco ou muito por Ele, numa palavra, de escolher entre os sacrifícios que Ele nos apresenta. Então, como nos dias da minha infância, exclamei: ‘Meu Deus, eu escolho tudo’.”

“A santidade não consiste em dizer coisas belas, nem sequer em pensá-las ou senti-las… Consiste em sofrer, e em sofrer toda espécie de sofrimentos: ‘A santidade deve ser conquistada na ponta da espada’.”

“Consiste a perfeição em fazer Sua vontade, em ser o que Ele quer que sejamos.”

“Sim, tudo está bem, quando só se busca a vontade de Jesus.”

“Deus não poderia me inspirar desejos irrealizáveis; portanto, posso, apesar da minha pequenez, aspirar à santidade.”

“Acho que a perfeição é fácil de se praticar, porque compreendi que basta pegar Jesus pelo coração…”

“Quisera eu encontrar também um elevador que me elevasse até Jesus, porque sou demasiado pequena para subir a dura escada da perfeição.”

Bondade e misericórdia de Deus

“Deus deu-me a sua misericórdia infinita e, através dela, contemplo e adoro as demais perfeições divinas… Então todas elas se apresentam aos meus olhos radiantes de amor.”

“O Bom Deus me fez compreender que existem almas que sua misericórdia não se cansa de esperar…”

“Como a bondade e o amor misericordioso de Jesus são pouco conhecidos!…”

“Deus é mais terno que uma mãe.”

“O Senhor é tão bom para comigo, que me é impossível temê-lo.”

“Por uma graça fielmente recebida, Ele me concedia uma multidão de outras.”

Oração

“Para mim, a oração é um impulso do coração, um simples olhar dirigido ao céu, um grito de agradecimento e de amor, tanto no meio da tribulação como no meio da alegria. Em uma palavra, é algo grande, algo sobrenatural que me dilata a alma e me une a Jesus.”

“Para sermos escutados, não temos que ler num livro uma bela fórmula composta para um caso particular. […] Fora do Ofício Divino, que sou muito indigna de recitar, não tenho ânimo de sujeitar-me a procurar nos livros belas orações. Faz-me doer a cabeça, são tantas! […] umas mais bonitas que as outras… Não poderia recitá-las todas e, não sabendo qual delas escolher, faço como crianças que não sabem ler. Digo, muito simplesmente, ao Bom Deus o que lhe quero dizer, sem usar belas frases, e Ele sempre me entende…”

“Como é grande o poder da oração! É como uma rainha que em todo o momento tem acesso direto ao rei e pode conseguir tudo o que lhe pede.”

Pobreza e infância espiritual

“Compreendo, e sei por experiência, que o reino de Deus está dentro de nós. Jesus não precisa de livros nem de doutores para instruir as almas. Ele, o Doutor dos doutores, ensina sem ruído de palavras.”

“Ser pequeno é não desanimar com as faltas próprias, pois as crianças caem com frequência, mas são demasiado pequenas para machucar-se seriamente.”

“Quando Ele nos vê profundamente convencidas do nosso nada, estende-nos a mão, mas se continuamos a tratar de coisas grandes – mesmo que sob pretexto de zelo –, Jesus deixa-nos sós.”

“É muito doce a gente se sentir fraco e pequeno!”

“É preciso abandonar o futuro nas mãos do Bom Deus…”

“Não me inquieto, absolutamente, com o futuro…”

“Não consigo crescer, devo suportar-me como sou, com todas as minhas imperfeições.”

“Meu caminho é o caminho da infância espiritual, o caminho da confiança e da entrega absoluta.”

“Espero tudo do Bom Deus, como uma criancinha espera tudo de seu pai.”

“Os grandes santos trabalharam para a glória de Deus; eu, porém, que sou uma alma bem pequenina, trabalho só para o seu prazer…”

“Como estou longe de ser conduzida pela via do temor, sei sempre encontrar o meio de ser feliz e aproveitar de minhas misérias.”

Vaidade – Perigos do mundo

“Em vez de me causar mal, levar-me à vaidade, os dons que Deus me prodigalizou (sem que Lhe tenha pedido) me levam para Ele.”

“Eu vos suplico, ó meu Deus, enviar-me uma humilhação cada vez que eu tentar me elevar acima dos outros.”

“É tão fácil extraviar-se pelos caminhos floridos do mundo […] Mas se o meu coração não se tivesse elevado para Deus desde o primeiro despertar, se o mundo me tivesse sorrido desde a minha entrada na vida, que teria sido de mim?”